Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

nada acontece por acaso

nada acontece por acaso

Obrigada !

Tenho estado num curso e nao tenho tido tempo para escrever aqui... Mas hoje acabei de ir ao blog e não posso deixar de agradecer àqueles que comentaram.... e fica ja o agradecimento aos poderão vir a comentar aquilo que escrevo.

Não vou responder a todos os comentários, mas há dois que gostaria de trazer aqui e responder :

- À Mafalda para além de agradecer o feedback - e atenção que ela escreve livros....! :-) - queria dizer-te que, talvez talvez possa ser menos intensa a escrever, mas... eu quero escrever da forma como as coisas me saem.... não será talvez o blog a melhor ferramenta, nem um livro certamente....mas olha, deu-me para aqui!  Não quero deixar de ser eu e escrever o que sinto da forma que sinto.... Para mim, ninguém "devia" ler aquilo que escrevo!  Quem tiver que ler...vai ler....e a quem fizer sentido...fará....  O importante é que transmita o que sinto no momento! Um grande beijão e obrigada! É um privilégio ter o comentário de uma escritora no meu blog!  :-)

- Catarina! Um grande beijinho e obrigada pelas tuas palavras!  Mas por favor.... cada um de nós é um "anjo" e somos apenas mensageiros ou instrumentos do universo uns para os outros.  Se soubesse como o Universo te tem usado para me despertar e mandar sinais!  Quantas vezes me vi espelhada em ti!  Um grande bem haja por te teres cruzado na minha vida.... e pelo teu carinho e amizade!

Falo da Morte ou do Caminho da Vida?!

 Há dois dias tive uma conversa com os meus filhos (lindos, de 22 e 25 anos) e a Mariana(namorado do Diogo, o de 22 anos) sobre a Morte!   Antes de escrever a palavra morte, hesitei uns segundos para por ou não reticências.... para mostrar uma "hesitação"!  Óbvio que era o meu ego a funcionar....  porque todos nós ocidentais vivemos a vida inteira a evitar falar e a aprender a ter medo da única certeza que temos na vida:  a Morte.  A única certeza que tenho neste momento e em todos os momentos desde que nasci, é que vou morrer....tudo tem um ON / OFF, e sempre que há um on há um offHá e sempre que há um off há um on.

Impressionou-me a constatação quando li o livro tibetano da vida e da morte, que assim era no ocidente...enquanto no oriente, todo o ciclo de vida é considerada uma aprendizagem para a morte e a morte é um fim a atingir e não um mal a evitar.

Por isso os monges do Tibete morrem a sorrir...

Eles sabem.... Que é apenas uma passagem para outro nível de vibração, e, provavelmente estão em paz porque se prepararam e cumpriram os objectivos durante a vida....

Como se fosse um treino... e todos podemos subir ao pódio se treinarmos bem!

E subir ao pódio é, nas olimpíadas um objectivo a atingir.... em qualquer desporto....

Talvez fosse bom olharmos para a vida como se fosse um desporto: temos de aprender as regras do jogo da vida, treinar todos os dias para um dia poder ganhar a final e subir ao pódio.

Claro que o que nos falta é saber as regras do jogo da vida.... se é que há regras.... acredito que há, e acredito que existem regras gerais para todos - tal como no desporto - e existem regras individuais !  Como podemos conhecer as nossas regras?

Conhecendo-nos a nós próprios muito bem.... Não ao nível mental, não como pessoa, mas como entidade, como espírito e aí.... Acredito que a meditação, que é através de qualquer tipo de meditação que conseguimos saber as nossas regras individuais.  

E a partir daí, treinar todos os dias, de forma a conseguirmos ser campeões de nós próprios!   Vencer a Vida através da Morte ou vencer a Morte através da Vida....tal como Jesus Cristo!

Para alguns, as regras poderão passar pela aceitação do sofrimento...para outros pela lutacontra o sofrimento....  para alguns pode passar pela  entrega aos outros, para outros, pela entrega a si próprios...

Enfim.... o importante é saber qual é o nosso caminho que não tem necessariamente que ser aquele que "socialmente" ou "culturalmente" é suposto seguir.

O caminho quanto a mim,  passa sempre pelo percurso do  auto conhecimento!

Ao longo do caminho vamos encontrando pedras, pequenas rasteiras ou testes... que devemos, com coragem, pegar nelas, e tirá-las do caminho em vez de as circundarmos e fingir que não as vemos!   Se não a tirarmos do caminho - se não aceitarmos o desafio e enfrentarmos na altura - mais cedo ou mais tarde, aparece no caminho uma pedra maior e mais difícil de agarrar....e assim sucessivamente até que podemos acabar por enfrentar com uma parede um muro ....sem saída....   E tudo por causa duma pedrinha que, por desleixo ou por preguiça...não tirámos do nosso caminho!

Também temos os cruzamentos e os entroncamentos... cheios de tentações e desejos que consideramos "incontroláveis"  para virar à esquerda ou à direita!.... E aí...temos de parar.  Parar mesmo e meditar bem dentro de nós e seguir o caminho do coração...que é sempre em frente!  

Mas ao longo do caminho também vamos tendo uns entroncamentos, onde devemos dar prioridade aos "anjos" que nos aparecem e nos acompanham.... Podem ser pessoas...podem ser as tais "co - incidências", temos apenas de estar atentos.... Senti-los e aceitar com humildade essa ajuda tão preciosa,  conscientes que não foi por mero acaso!

 

Fazer a diferença

Acredito, sinceramente, que cada um de nós pode fazer a diferença!  Aquela conversa de ..."pois, mas eu não posso....eu não consigo..não me deixam...aqui não é possivel..." a mim não me diz nada e soa-me sempre a uma atitude de medo escondida!

É sempre possivel fazer diferente.  "You always have a choice"! Posso sempre escolher fazer diferente.  Talvez não possa, nem deva mudar o mundo, mas posso sempre mudar qualquer coisa no meu dia, naquilo que me rodeia.

Às vezes....basta um sorriso!  Basta um bom dia no elevador...mesmo que fiquemos sem resposta ao sorriso ou ao bom dia....devemos insistir....porque um dia a resposta virá.   E nesse dia, mudámos muita coisa!  Podemos mesmo ter mudado a vida da pessoa que passou a sorrir ou a dizer bom dia!  Porque ajudámo-la a positivar a energia dele...ajudámos a que olhasse para o dia é achar que está bom...ou a aolhar para nós e querer sorrir.... amanhã será ela a sorrir para outro e... em cadeia... tudo pode mudar!

Não podemos é desistir à primeira e....começar a julgar o outro -  que provavelmente nem sabe sorrir, ou nem reparou que o dia estava bom - e etiquetá-lo logo com adjectivo menos simpáticos, e assumir que "agora também não vou dizer mais bom dia!"

Eu fiz muitas vezes isso e provavelmente ainda o faço mesmo inconscientemente....mas também sei que cada dia julgo menos e tento manter o meu equilibrio energético independentemente da reacção que provoque ou não no outro...

Eu sei que estou bem melhor!!!! Isto não é convencimento nem vaidade: é ver o copo meio cheio!

:-)

 

 

SERÁ DESTA?

Será desta que vou conseguir começar o meu blog?  

Já escrevi e comecei 3 vezes e por qualquer razão não gravo e....desaparece o texto!

Com certeza que não devia ter nada escrito de interessante, senão teria ficado gravado!

Claro.....porque nada acontece por acaso!

Bom, mas se conseguir publicar estas pelavras....telvez seja bom começar por me apresentar....

QUEM SOU EU?

Eu?  Sou Margarida simplesmente!!!  Já fui a Margarida filha, estudante, mulher, mãe, workaholic, louca, ...enfim....hoje e agora sou simplesmente eu.  Aqui e agora! 

MAGA... Porquê Maga?  Só porque a minha prima achou que o nome condizia comigo...vem de Mago....e é um bom nick!  Assim fiquei Maga !

O QUE FAÇO?

Agora estou a escrever estas linhas .... aqui e agora.  O queSerá faço não interessa porque cada vez menos interessa aquilo que faço; eu não sou o que faço, não sou o que tenho!  Eu sou aquilo que sinto e tento transmiti-lo na forma como faço as coisas.... não me interessa os objectivos nem o fim em si!  Interressa-me o caminho para lá chegar, pois é nesse caminho que vou aprendendo...com os erros....com os sucessos....com os contactos.... tento que cada momento seja uma aprendizagem que me ajude a conhecer-me melhor...

Estou a chegar à conclusão de afinal, não são precisas apresentações!  Isso é coisa do passado....

Se alguém estiver a ler estas linhas, não será por acaso....e aquilo que vou escrevendo vai ser lido e absorvido ou não por quem tiver de ser.

Se conseguir ajudar alguém com alguma história ou alguma mensagem...tanto melhor.

Vou ficar por aqui e testar a ver se consigo publicar....... 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D